“A última mudança obrigatória para a hora de verão ocorrerá no domingo, 31 de março de 2019”. Já os “Estados-Membros que pretendam passar de forma permanente para a hora de inverno podem fazer uma última alteração sazonal no domingo, 27 de outubro de 2019”. Após esta data, “as mudanças sazonais deixam de ser possíveis”, refere a Comissão Europeia. Ainda assim, o calendário depende da aprovação da proposta pelo Parlamento e Conselho Europeu, “o mais tardar até março de 2019”. Este cenário baseia-se nos resultados de uma consulta pública em que participaram 4,6 milhões de europeus, dos quais 0,33% eram portugueses. Mais de 80% disse ser a favor do fim da mudança de hora. Segundo o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL), que mantém e fornece a Hora Legal Portuguesa, esta é uma das “piores soluções”. Num relatório, o OAL defende que o cenário mais favorável passa por manter o atual regime, com Hora de Verão, propondo apenas que a mudança passe a acontecer no último domingo de setembro, em vez de outubro.