O Açafrão da Índia
A curcumina é uma planta medicinal que tem uma longa raiz cor de laranja que é transformada em pó e usada como especiaria em vários países, especialmente na Índia. Esta planta também pode ser conhecida como açafrão-da-índia, açafrão-da-terra ou tumérico.
Além de ser usada muito frequentemente na culinária, a cúrcuma também pode ser usada como remédio natural para melhorar problemas gastrointestinais, febre, tratar resfriados e, até, reduzir o colesterol alto.
Definição
A cúrcuma é uma planta com folhas longas e brilhantes com cerca de 60 cm com compridas raízes de coloração laranja. O seu nome científico é Cúrcuma longa e pode ser comprada em lojas de produtos naturais, farmácias e até em alguns supermercados.
O Açafrão da Índia tem como principal ingrediente ativo a curcumina, que ajuda a prevenir infeções, inflamações e cancro. A curcumina infiltra-se nas membranas das células individuais, reforçando-as perante ataques e ajudando a regular o metabolismo dentro da célula.
O Açafrão da Índia tem como principal ingrediente ativo a curcumina, que ajuda a prevenir infeções, inflamações e cancro. A curcumina infiltra-se nas membranas das células individuais, reforçando-as perante ataques e ajudando a regular o metabolismo dentro da célula.
Foram ainda efetuadas outras pesquisas que associaram o Açafrão da Índia a benefícios no sistema cardiovascular, combate ao desenvolvimento de Alzheimer, sistema nervoso central e ainda a nível do reforço da imunidade. A nível oncológico são conhecidas as suas propriedades , estimulantes da apoptose ( morte celular programada).
Os cientistas evidenciaram que o Açafrão da Índia remove o beta-amiloide, a proteína responsável pelas placas que provocam alguns problemas cognitivos na doença de Alzheimer, sendo que também penetra as células cerebrais, fomentando um melhor funcionamento das mesmas.
Sobre a curcumina já foram escritos numerosos artigos de investigação e publicados em revistas cientificas.

Obs: nunca compre produtos naturais em sites duvidosos

Couve Kale

Couve kale frisada (Brassica oleracea, variedade sabellica) é uma variedade de couve considerada como um super alimento, é um alimento da família das Brassicácea ou crucíferas, cuja família vegetal, tem poderes nutricionais e medicinais, com destaque também, para os nabos, a mostarda e os brócolos.
É uma couve saborosa, macia, não é indigesta e é rica em nutrientes fitoquímicos .
Esta variedade de couve é ainda rica em vitaminas e minerais como : vitamina A, C, K, B6, contem o folato. O folato é um suplemento vitamínico muito necessário na gravidez. Destacam-se os seguintes minerais como: manganês, potássio e magnésio. A sua composição faz desta hortaliça um alimento bom para os ossos, sistema imunitário e sistema nervoso. Contem antioxidantes ou radicais livres (agentes de oxidação). Esta couve é rica em indóis
O Indol-3-Carbinol é um fitonutriente que possui diversas propriedades, das quais, as principais são: agir como agente antitumoral, anti-inflamatório, antineoplásico e antioxidante.
Os indóis (compostos orgânicos aromáticos heterocíclicos) quando entram em contato com os ácidos gástricos ele é convertido em 3,3 diindolilmetano (DIM), que possui ação comprovada na prevenção do câncer, pois ele promove o aumento da apoptose da célula. (morte da célula cancerígena )

anona

Nota: é a anona um  anticancerígeno ou curativa do cancro? Não…

Nota: todas as noticias da anona como curativa do cancro não têm fundamento científico e são especulativas. Continuamos a defender que uma alimentação vegetariana é preventiva e deve ser incluída  na cura convencional. Veja   a Ciência  e o Cancro e NOTICIAS SOBRE O CANCRO DE  J. O.

 

´