Doenças Sexualmente Transmissíveis-1 (texto)

Dezembro 10, 2014

 

Esta é uma chamada de atenção para o sexo fora do casamento…

DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS -1

Bactérias Infectantes

  • N.  gonorrhoeae
  • uretrites, cervicites, prostatites, faringites, conjuntivites, perehipatites, artrites, dermatrites, endocardites e meningites
  • T. palidum Sifilis
  • H. Ducreyi

          Cancroide

  •  C. granulomatis
  • granuloma inguinal
  • Mobiluncus sp.  (Mobiluncus sp  e Gardnerella​ Vaginallis  são  bactérias que habitam normalmente a região genital feminina)
    Vaginosis inespecíficas
  •  G. vaginalis
  • Vaginosis inespecíficas
  •  C. Trachomatis
  • Uretrites não gonocócicas, cervicites, epididimites, salpingites, conjuntivites, tracoma, pneumonia, síndrome de reiter, linfogranuloma venério.
  •   U. urealyticum
  • Uretrite não gonocócica, parto prematuro, aborto
  • M. hominis
  • Enfermidade inflamatoria pélvica, Febre puerperal

 VÍRUS infectantes

Herpes simples

  • Herpes genital,
  • Proctitis ( infecções da mucosa do recto), infecção sistémica do neonato (Recém-nascido)
  • Citomegalovirus
  • Infeção cogénita, síndrome mononucleósico
  • Papilomavirus humano
  • Condiloma, carcinoma cervical.
  • Vírus do molusco contagioso
  • Molusco contagioso
  • HIV
  • Sida e enfermidades relacionadas

Enfermidades                      

A gonorreia (blenorrogia)

é provocada por uma bactéria, o (gonococos), é muito contagiosa, é na maioria das vezes transmitida por relações sexuais.

Sintomas No homem

* Corrimento uretral de pus (amarelado ou esverdeado ) que pode gotejar pelo pénis.

* Os testículos podem inchar e ficar doridos. Na mulher No início da enfermidade, sem sinais muito evidentes, há apenas dor ligeira ao urinar e um pequeno corrimento vaginal. Na mulher grávida, se não é tratada antes do parto, passa a infecção aos olhos do bebé, que pode cegar.

No caso de haver corrimento na mãe, há que desinfectar os olhos da criança logo à nascença, com um colírio à base de antibiótico até curar a conjuntivite) Período de incubação da bactéria

No homem

– dois a cinco dias depois do contacto sexual e, por vezes, até semanas.

Na mulher

– é muito variável; os sintomas podem aparecer depois de semanas ou meses, mas pode infectar o seu parceiro logo no início da sua infecção.

 Tratamento

Injecte, numa única dose, 4.800.000 unidades de penicilina com procaina (metade em cada nádega). É aconselhável tomar 1 g de probenicide meia hora antes da injecção. Pode também tomar cápsulas  de ampicilina e 0.1 gr de probenicide) . Se for alérgico à penicilina, 2.5 gr de tiofenicol tomados de uma só vez. Se não consegue urinar, recorra ao capítulo da hidroterapia – banho de assento e fomentações. (por vezes é necessário ser algaliado)

Outro tratamento: Gonorrheia sem complicações: ceftriaxona  (dose única) + doxiciclina x 10-14 dias

Com complicações: ceftriaxona 7-10 dias nas bacteriémias, artrites, meningites, ou 4 semanas nas endocardites.

Grave: Clindamicina +Tobramicina x 4 dias seguido de doxiciclina ou clindamicina 14 dias

Metronidazol +Tobramicinax 4 dias seguido de doxiciclina ou clindamicina 14 dias

Os doentes infectados com gonorreia podem ter sifílis associada, é aconselhável fazer exames laboratoriais, embora a penicilina cure a sifílis.

 CLAMYDIA

A Clamydia foi considerada inicialmente pelos microbiologistas como um vírus, mas estudos mais recentes incluem as clamidias nas bactérias, e só se reproduzem em células vivas.  O diagnóstico é feito no laboratório, por imunoflorescência, pela pesquisa de corpos de  inclusão nas células infectadas. Os sintomas são muito parecidos com a gonorreia, mas menos exuberantes. O que torna o micróbio perigoso é o facto de nos recém-nascidos provocar a cegueira.(Usar pomada oftálmica de hora em hora no primeiro dia e depois 3 vezes ao dia durante 2 semanas). Para evitar uma pneumonia, que pode aparecer no bebé quando é infectado por clamidias, dê uma suspensão de eritromicina 4 vezes por dia durante três ou quatro semanas. No adulto, o tratamento é feito com doxiciclina 2- 3 semanas, ou 7 dias nas uretrites. Eritromicina 7-15 dias. A cura deve ser confirmada por exames de laboratório.

 Candidíase

A Candida albicans é um fungo que se desenvolve com muita facilidade na vagina e pode não ser patogénico.

Faz parte da flora natural, que se encontra na boca e intestinos do homem e da mulher.  O uso indiscriminado de antibióticos altera este equilíbrio. A diabetes pode também alterar o equilíbrio natural.

Causas

1-Pílulas contraceptivas, hormonas de substituição para a menopausa 2-Lavagens vaginais com químicos agressivos.

3-Espermicidas.

4-Lubrificação insuficiente nas relações sexuais.

5-Relações com pessoas infectadas.

6-Feridas na vagina.

7-Predisposição à infecção.

8-Gravidez.

Sintomas

* Comichão e ardor (que se pode tornar insuportável).

* Corrimento branco-leitoso.

* As infecções crónicas tornam-se resistentes.

Tratamento tópicos: nistatina 05-1x1000000UI/6-8h1-3x/d(tópica bucal ou vaginal). Clotrimazol (gino-canasten Tópico) . Clotrimazol 5 dias Ketoconazol c/24h 200-400mg p.o. ou 40mg intravaginal/d (5 dias) ou tópico c/12h também para o parceiro sexual

Nota: nas Tricomoniases Metronidazol 500 mg p.o.c/8h

OBS: os tratamentos são sugestões para técnicos de saúde

 Medidas profiláticas

Mergulhar as cuecas durante 20 minutos em lixívia e lavar com água e sabão antes de as usar.

  1. a) Mantenha a área vaginal seca e ventilada (Durma sem cuecas)
  2. b) Use roupa folgada e sem fibras.

Lavagens:

  1. c) Pode usar benzoato de sódio (1 gr dissolvido num litro de água fervida e fazer 3 lavagens vaginais por dia)
  2. d) Limpe-se de frente para trás para evitar infectar a vagina com bactérias das fezes.
  3. e) Lave-se antes de ter relações sexuais e urine antes e depois.
  4. f) Quando tiver vaginite não tenha relações sexuais.
  5. g) Usar preservativo sem estrias e sem lubrificação.
  6. h) Nas relações sexuais seguras para lubrificação vaginal pode usar: óleo de coco, vaselina, iogurte natural ou o fármaco Ky.

Nota: o vinagre BRANCO tem aproximadamente a mesma acidez da vagina. Como medida profilática, fazer uma lavagem com uma solução de 4 colheres de chá de vinagre em meio litro de água morna fervida.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Projecto Omega © 2016