O SOL E OS SEUS EFEITOS BENÉFICOS PARA A SAÚDE

  BANHOS DE SOL

Os banhos de sol mais eficazes para a saúde são aqueles que se tomam na natureza e o tempo das radiações deve ser \progressivo e doseado afim de adaptar a pele ás radiações.

Devemos levar em consideração a dose terapêutica, a dose tolerável e a dose nociva. Faça um teste para conhecer qual a sua tolerância individual. Exponha uma parte da pele até se verificar ligeira avermelhamento ou quando observa outras reacções adversas. O tempo que levou a verificar essa reacção é a dose limite. 60% a 70%  é a dose recomendada. Por exemplo, se a dose limite é de 20 minutos multiplique por 0.60 (20×0.60=12 m).

É recomendável num período de 8 dias de adaptação: começar a exposição 1º pelos pés, depois pernas, e progressivamente coçhas, barriga e peito. Mantenha sempre os olhos e a cabeça protegidos.

Obs.: recomenda-se para a pele clara 5 minutos diários para as peles mais escuras façam o teste da dose recomendada. Lembre-se que ao exceder à dose recomendada mesmo com protectores solares, arrisca-se a contrair um cancro da pele.

Indicações do banho de sol

  • Pele: furúnculos e abcessos, psoriase
  • Sistema nervoso: astenia, depressão, transtornos neurovegetativos
  • Aparelho respiratório: tuberculose consulte o seu médico
  • Aparelho locomotor: osteoporose, fracturas, osteomalacia, osteomielite, raquitismo, ciática, reumatismo, debilidade muscular poliomiosites.
  • Sistema cardiocirculatório: hipertensão e hipotensão
  • Aparelho genitourinario: impotência sexual, falta de líbido, testículos e ovários, anexites, glomerulonefrites.
  • Sangue, imunodepressão, anemia por falta de ferro.
  • Metabolismo: diabetes e obesidade.

Contra indicações do banho de sol e UVA (SOLÁRIOS)

  • Doença de Adilson, urémia e cardiopatias graves
  • Úlcera gastroduodenal na fase activa
  • Hipertiroidismo
  • Insónia rebelde
  • Fotofobia
  • Vitilogo

Os solários são considerados de alto risco.

A opinião de dermatologistas é que o público em geral tem que estar alertado para o problema deste “sol artificial”. Isto porque os frequentadores assíduos de solários têm riscos acrescidos de cancro da pele.

Da DECO transcrevemos:

Fraca defesa para a praia O solário não prepara a pele para a praia. O bronze obtido com algumas sessões protege tão pouco como um creme solar com factor 2 ou 3, insuficiente até para peles negras. Se o seu objectivo é ganhar a cor que não consegue na praia e mantê-la todo o ano, avalie se está disposto a arriscar o envelhecimento precoce da pele, o aparecimento de rugas e a perda de elasticidade.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Projecto Omega © 2018